PERDA DE EFICIÊNCIA DOS APARELHOS AUDITIVOS: ENTENDA OS MOTIVOS


Aparelhos auditivos são grandes aliados de uma melhor audição. Afinal, com eles é possível compensar a perda auditiva, que é comum com o passar dos anos, e pode ser até mesmo decorrente de diferentes problemas de saúde.

No entanto, mesmo os melhores aparelhos auditivos devem ser trocados depois de alguns anos de uso. Assim como qualquer dispositivo, eles possuem um período de vida útil e este período deve ser respeitado para que a eficiência do produto não seja comprometida.

A perda de eficiência é gradativa, o que significa que existem sinais que indicam o seu desgaste natural. Com isso, você pode prever quando deve adquirir um novo produto, bem como programar a sua aquisição. Nesse meio tempo, vale a pena buscar novos modelos, conhecer as inovações do mercado, sendo que, hoje em dia, a tecnologia empregada nos aparelhos auditivos evolui com rapidez. Isso quer dizer que você pode encontrar aparelhos mais adequados do que o seu atual.

Para saber mais sobre o assunto, conhecer os motivos pelos quais o aparelho perde a eficiência ao longo do tempo e quais são os sinais da sua ineficiência continue lendo este artigo.

Quanto dura em média um aparelho auditivo

Para aproveitar ao máximo o aparelho auditivo, o recomendado é que o usuário siga à risca todas as recomendações do fabricante em relação aos cuidados que se deve ter com a sua manutenção. Dessa forma, é possível usar um mesmo aparelho por cinco anos em média.

Esse tempo costuma ser a média de tempo que a grande maioria dos aparelhos duram, o que pode variar conforme o seu modelo. No entanto, é importante acompanhar o grau de sua perda auditiva e realizar a avaliação anualmente.

Também é comum que os aparelhos auditivos externos, os retroauriculares, que ficam atrás da orelha, durem mais do que os internos, o intra-auriculares, que se acomodam dentro do conduto auditivo.

Por isso, de acordo com o modelo do aparelho intra é possível que tenha duração de três anos. Isso acontece porque eles possuem maior contato com cerúmen e umidade, sendo que a umidade é o fator que mais interfere na durabilidade do produto.

Porque aparelho auditivo perde eficiência

É normal que, com o tempo de uso, o aparelho auditivo perca a sua eficiência, sendo que a sua duração pode ser reduzida quando ele não recebe os cuidados necessários. Dessa forma, é preciso estar atento aos motivos que podem levar à troca precoce do aparelho.

Entre eles, estão, em especial, as quedas no chão o contato com a umidade durante o banho e outras situações de imersão na água os ataques dos animais de estimação e quando as crianças manuseiam o aparelho.

Além das razões que podem estregar o aparelho, ele se torna ineficiente quando ocorre a evolução da perda auditiva do usuário. Nesse caso, é necessário que o paciente realize a adequação do aparelho de acordo com o nível do seu problema. Isso pode ser feito com um simples ajuste do dispositivo ou pode até mesmo ser preciso trocá-lo. Para saber se é esse o caso, é como se o usuário estivesse ouvindo com um volume muito baixo, mesmo quando está de aparelho auditivo.

O aparelho pode estar menos eficiente ainda quando necessita de um conserto. Em geral, é por conta de sujeira acumulada, bem com óleo de pele ou cera de ouvido. Essas situações conseguem bloquear os microfones e os receptores, causando prejuízos ao bom funcionamento do dispositivo.

Sinais que indicam ineficiência do aparelho

Quando o aparelho deve ser trocado por causa do seu desgaste natural, é possível perceber os sinais de que está na hora de fazer isso. Veja quais são os sinais mais comuns:

• Aparelho auditivo parece fraco, assim, a sua potência não é suficiente para atender as necessidades do usuário, o que é mais comum quando a perda auditiva evolui.

• É preciso consertar com frequência o aparelho, sendo que os reparos constantes podem indicar que é melhor substitui-lo.

• Tecnologia do aparelho está ultrapassada, atrapalhando a audição clara e limpa, qualidade de vida e bem-estar do usuário.

Cuidados com o aparelho auditivo

Confira os principais cuidados que as pessoas devem ter com os seus aparelhos auditivos para que seja possível usá-los pelo seu tempo máximo de duração:

• Colocar o aparelho todos os dias no desumidificador

• Não deixar que o aparelho tenha contato com spray fixador para cabelo, nem maquiagem, uma vez que as partículas finas desses produtos conseguem entupir a entrada do microfone, além do botão de controle do volume.

• Não usar panos úmidos para limpar o aparelho, mas sim, preferir um pano macio e seco.

• Higienizar com água e sabão neutro as sondas e moldes que necessitam desse cuidado depois de serem desconectados do aparelho auditivo.

• Sempre fazer uso de baterias novas para que o desempenho do aparelho não seja prejudicado.

• Quando o aparelho não estiver em uso é apropriado que as suas pilhas sejam removidas, a fim de prevenir possíveis vazamentos.

Como escolher um novo aparelho auditivo

Quando estiver na hora de trocar o aparelho auditivo, portanto, é preciso comprar um novo modelo que continue atendo as necessidades do usuário. Hoje em dia, além proporcionar uma audição de qualidade e bem-estar, existem produtos que fazem muito mais do que isso.

Os aparelhos auditivos da Phonak possuem alta tecnologia e contribuem com uma audição bastante natural. A marca oferece produtos que também se conectam a outros aparelhos, como celulares, tornado o seu dia a dia muito mais simples. Conta ainda com o chamado aparelho auditivo invisível, que se adapta ao canal auditivo de modo que não é visto e nem precisa ser removido com a mesma frequência que outros modelos. A Phonak também dispõe de acessórios que ajudam a focar apenas o que você deseja ouvir.



Mais de Centro Auditivo Viver