O Auxílio do Fonoaudiólogo para Perda Auditiva

Fonoaudiologo perda auditiva

Um dos principais profissionais da saúde quando o assunto é perda auditiva é o fonoaudiólogo, profissional que vai contribuir de forma decisiva para a qualidade de vida do paciente com algum grau de surdez. Quer saber como é a atuação dele nessa área?

Então, continue lendo este artigo e saiba tudo sobre como funciona o auxílio do fonoaudiólogo para perda auditiva.

 

Como a perda auditiva é diagnosticada

 

Assim como qualquer outro problema de saúde, é importante diagnosticar a perda auditiva o quanto antes. O diagnóstico precoce contribui significativamente para o sucesso do tratamento e, por consequência, com a garantia de uma melhor qualidade de vida para o paciente.

Afinal, como se comunicar de maneira adequada com as pessoas ao seu redor se não é possível escutar os sons e as falas de modo apropriado? Por isso, sempre que houver algum indício de perda auditiva, é preciso buscar o otorrinolaringologista sem demora.

Esse profissional trata da saúde dos ouvidos, nariz e garganta, sendo necessário marcar uma consulta sempre que a dificuldade de ouvir bem seja percebida. Isso vale tanto para a percepção de um problema consigo mesmo quanto em pessoas próximas.

Isso porque nem sempre quem está com perda auditiva pode perceber o problema ou mesmo pode não querer admiti-lo, retardando o diagnóstico. Essa atitude, entretanto, só vai tornar o tratamento mais difícil.

O mesmo serve para crianças que mostrarem algum dos sintomas associados com a perda da audição na infância. Dessa forma, o otorrinolaringologista, quando preciso, realiza diferentes exames para verificar se existe realmente um início de surdez no paciente.

Já quando os testes forem positivos, entra em cena o fonoaudiólogo.

 

Como o fonoaudiólogo auxilia no tratamento

 

Quando a perda auditiva, em algum grau, é diagnosticada pelo médico, o paciente deve começar a usar um aparelho auditivo. Para tanto, deve buscar as clínicas onde são oferecidos esses produtos.

E são os fonoaudiólogos que iniciam o acompanhamento do paciente com a perda auditiva, uma vez que são eles que analisam o problema, verificando o grau de surdez existente. Assim, é possível identificar se essa perda é leve, moderada, severa ou profunda.

Essa avaliação serve para que o profissional possa indicar o melhor aparelho auditivo para cada caso. Afinal, só usando o dispositivo mais adequado, ou seja, de acordo com o seu perfil e grau de surdez, é que se torna possível ao usuário voltar a ouvir com qualidade.

Nesse momento, o fonoaudiólogo verifica ainda como o paciente lida com o déficit auditivo, sendo possível encontrar modelos confortáveis e que agradem ao paciente. Além disso, hoje em dia, a variedade de produtos é grande.

Desse modo, o fonoaudiólogo se torna essencial na busca pelo aparelho auditivo ideal em meio à enorme oferta. Ele também deve acompanhar as últimas tecnologias lançadas para oferecer ao paciente um dispositivo que possa suprir todas as suas necessidades.

Atualmente, além de produtos muito discretos, pequenos e com diversas cores de tons de pele, há modelos com os quais é possível atender o celular e se manter conectado. Existe também assessórios que tornam muito mais eficiente a audição dos sons.

 

Funções do fonoaudiólogo no uso aparelho auditivo

 

O fonoaudiólogo é peça-chave no processo de reabilitação do paciente que deve usar o aparelho auditivo. Dessa forma, as principais funções desse profissional são as seguintes:

  • Selecionar o aparelho auditivo mais adequado para o paciente;
  • Ajudar na adaptação do dispositivo, por meio da realização dos ajustes necessários e devidas orientações;
  • Auxiliar o paciente no treinamento auditivo para se adaptar da melhor maneira possível e com maior rapidez;
  • Estar disponível para oferecer ao paciente orientações associadas à audição;
  • Fazer as regulagens que garantem a correta manutenção da prótese auditiva;
  • Executar as avaliações auditivas no paciente dentro da periodicidade necessária;
  • Estimular a linguagem e a fala mesmo em pacientes com graus elevados de surdez;
  • Explicar todos os procedimentos e cuidados que o paciente deve ter com o dispositivo.

O que mais o fonoaudiólogo desempenha

 

É importante saber ainda que o fonoaudiólogo que se especializa no atendimento a pessoas com perda auditiva é o audiologista. Por sua vez, a audiologia é a área da fonoaudiologia que se dedica ao estudo da audição e dos sons.

Mais do que se comunicar de maneira satisfatória, o sistema auditivo tem papel essencial no monitoramento de eventos ambientais e no processamento de eventos acústicos. Com isso, é possível não só obter informações através da fala como também garantir o correto processamento do pensamento.

O fonoaudiólogo com essa especialidade, portanto, entende a relação que existe entre a qualidade do som e a sua frequência, que possibilita classificar a sua altura como agudo e grave. Esse conhecimento, entre outros, é fundamental para regular o aparelho auditivo.

Afinal, o paciente deve conseguir ouvir os sons com o dispositivo de forma clara, mas sem que estejam muito altos e atrapalhando o seu bem-estar. Por isso, consultas frequentes ao fonoaudiólogo são indispensáveis a quem usa o aparelho auditivo.

O profissional deve ainda explicar para a família do usuário da prótese auditiva como funciona a adaptação para que ela possa ajudá-lo no processo. Isso porque o apoio das pessoas próximas contribui em muito com o tratamento da perda auditiva.



Mais de Centro Auditivo Viver