Crédito de Acessibilidade Banco do Brasil


Uma preocupação muito comum dos candidatos ao uso de aparelhos auditivos é o custo. O valor de um aparelho auditivo de qualidade, pode sair mais do que o esperado ou planejado naquele momento.

Diante disso, as formas de pagamento tem sido diversas e facilitadoras para o usuário que depende desse uso. A forma abordada no texto, será através de um crédito de acessibilidade que o Banco do Brasil oferece.

Para ter acesso a esta linha especial de crédito, o correntista do BB deve ter limite de crédito disponível e renda máxima de até dez salários mínimos. Dentro destas condições, qualquer cliente pode financiar um bem ou serviço para destinar a uma pessoa com deficiência.

 

CARACTERÍSTICAS

 

Financia cadeiras de rodas, aparelhos auditivos, órteses, próteses, andadores, adaptações em imóvel residencial, entre outros produtos de tecnologia assistiva.

Condições de contratação:

  • Público-alvo: pessoas físicas, correntistas do Banco do Brasil, com limite de crédito disponível e renda mensal bruta de até 10 salários mínimos.
  • Valor do financiamento: mínimo de R$ 70 e máximo de R$ 30 mil.
  • Prazo: 04 a 60 meses.
  • Prestações: debitadas automaticamente em sua conta corrente.

Documentos necessários:

Nota fiscal da compra, em nome do cliente, com a descrição do produto e data de emissão de no máximo 30 dias antes da contratação.

É necessário apresentar documentação complementar no caso de projeto arquitetônico, serviço de execução de projeto ou material para execução de projeto de adaptação de imóvel residencial para adequação de acessibilidade.

Antes de contratar uma operação de crédito, planeje para saber se a prestação cabe no seu orçamento. Isso é possível através de um simulador disponível no site, que permite calcular a parcela a ser paga em cima do valor total do produto.

* Sujeito à aprovação cadastral e demais condições do produto. Para mais informações, entre em contato com sua agência BB.

A partir disso, é preciso seguir um passo a passo para realizar a compra. Primeiramente consulte um médico otorrinolaringologista para que ele ateste a sua deficiência auditiva. Em seguida, passe com um fonoaudiólogo para a seleção, teste e adaptação dos aparelhos auditivos.

Reúna a documentação necessária, e apresente a documentação em sua agência do Banco do Brasil. Depois do banco analisar a sua documentação e aprová-la, basta levar a nota fiscal emitida pela clínica.



Mais de Centro Auditivo Viver